A nossa aventura

Amigos que vão, amigos que ficam

Olhei para o lado e não vi ninguém.

Respirei fundo, sequei as lagrimas, guardei o coração no bolso, peguei nele ao colo e abracei o com força, como que a ganhar força.

Recuei no tempo e lembro me de pensar ” Y afastar se por causa de eu vir a ter um bebé ? Nunca! “. Mal sabia eu que aqueles que por mil vezes se intitularam de “tios”, foram os primeiros a desaparecer das nossas vidas. Mal sabia que aqueles com quem partilhei tudo, foram embora. E foram tantos Y’s e X’s que pouco a pouco, se afastaram. Os convites deixaram de chegar, as mensagens , os telefonemas, a disponibilidade para aquele café ou para um jantar deixaram de existir, e passaram a lembrar se apenas quando precisam.

De inicio , não te escondo que dói. Que te sentes sozinha, impotente , que não sabes onde erras-te, onde falhas-te. Reconheces que toda a tua vida levou uma volta de 180º – horários, rotinas, hábitos… – mas mesmo assim, não consegui compreender o porquê de se afastarem.

Olhas à volta e não vês os rostos amigos, não vês a mesa cheia de conversas animadas, partilhas e gargalhadas.

E depois, no meio da tempestade, percebes que não estás sozinha tens o melhor de ti contigo. Respiras e aos poucos começas a ver que aqueles que ontem foram, hoje já não fazem falta pois os que ficaram deram a tua vida uma cor mais viva ,mais brilhante, deram lhe um sabor mais doce.

A esses amigos , estejam eles a 10 min ou 10horas de distância, sabes que podes ligar que por vezes não conseguindo encher a tua mesa de gargalhadas , enchem o teu coração de felicidade. Sabes que ando precisares de um colo, um abraço ou mesmo de um momento de silencio, eles estão lá.

Agora, dois anos depois, percebo que fui eu quem mais mudou , e que eles de um modo ou de outro escolheram não caminhar ao meu lado nesta mudança.

Aqueles que foram, levaram um pedaço de nós, mas ensinaram nos muito e tornaram os abraços de quem fica ainda mais doces <3

Partilhar

Deixe uma resposta